Não se sintam abandonados…

…porque é normal que por conta do novo blog eu tenha desviado um pouco meu foco. Como já vinha escrevendo justamente textos relacionados com o objetivo do “Psicologando”, praticamente tudo que escrevo hoje se encaixa no perfil e acaba sendo postado lá.

Então, mais uma vez deixo o convite para que vocês acessem o novo espaço e façam da leitura dele um hábito na vida de vocês. Nessa semana teremos a continuação da colaboração da coach Ana Cristina Garlet, que compartilhará conosco alguns tópicos das lições que aprendeu vivendo.

liberdade2

Conto com a presença e a participação de vocês no “Psicologando”, vamos refletir??

Semana passada teve minha colaboração nos blogs “Agora Sou Mãe” e “Gostei Postei” (com o texto “Para refletir: Qual é a sua realidade?”). Corram lá pra ler.

beijo beijo

Anúncios

Finalmente a novidade!!!

Queridas leitores e leitoras, enfim lancei o meu novo blog!!!

Confesso que já no primeiro dia de sua existência estou sem muito tempo para apresentá-lo, mas convido vocês a acessá-lo e me dizerem o que acharam e o que esperam dele!!!

Não fiquem tristes porque esse blog não vai deixar de existir. Apenas vou direcionar os textos mais reflexivos para o novo blog, que por sinal se chama “Blog Psicologando – Vamos refletir?”.

Aguardo vocês lá, para acessar é só clicar AQUI!!!

beijo beijo

Fresh news

E como já havia comentado por aqui, nessa semana iniciei a graduação em Psicologia. Ainda estou empenhada em escrever um relato fidedigno à todas as sensações que me invadiram durantes os dias que antecederam o início das aulas e durante os dois dias em que frequentei as aulas (que começaram na quinta feira que passou), mas preferi deixar esse relato para o meu novo blog que lanço nessa segunda feira. Sim, na segunda feira.

O blog foi criado em julho do ano passado, mas desde então eu vinha adiando o seu lançamento. Ora não criava coragem suficiente para adentrar nesse mundo desconhecido, ora não me considerava suficientemente pronta, ora julgava melhor esperar o início do curso, ora ficava com medo de não dar conta de mais uma responsabilidade…mas repensando toda a minha trajetória até aqui, decidi hoje que não há porque esperar mais.

O layout dele ainda esta bem amador, mas já estou providenciando uma melhora, ainda não tenho muitos textos no rascunho, o que me deixa insegura quanto à assiduidade de conteúdo para saciar e captar os leitores, mas como uma mulher atarefada, preciso lidar com essa condição e dar o meu máximo rumo à realização de mais um sonho.

Como também já mencionei aqui, tenho duas participações mais do que especiais confirmadas para o blog e assim que o projeto começar a caminhar, o psicólogo Frederico Mattos e a coaching Ana Cristina Garlet nos surpreenderão e nos presentearão com os seus textos, que eu tenho certeza que serão extremamente engrandecedores e úteis para nossas vidas.

Era isso. Ando um pouco sumida já que mergulhei na nova rotina atribulada que envolve academia cedo, faculdade, almoço em família, levar filho pra escola, novo trabalho, estudos, escritas…

Ando super feliz com o retorno da minha colaboração no blog “Sobre a Vida”. Semana passada foi publicada minha quarta participação com o texto que escrevi durante minhas férias de janeiro, “O poder do silêncio”. E além dos comentários na página do blog no Facebook e dos diversos emails que recebi essa semana de leitores ávidos e curiosos me pedindo ajuda, fiquei muito feliz de ter servido como inspiração para que uma outra colaboradora do blog, a terapeuta corporal Solange Kawlowski, ficasse motivada a compartilhar sua experiência imersa no silêncio através do texto “A busca exterior e a interior”.  Vale a leitura.

Outra novidade também anda me fazendo flutuar. No ano passado fui convidada pela filósofa Dulce Magalhães, que recentemente foi convidada pela editora Nova Era a publicar o seu livro “O foco define a sorte” (de que tanto já falei aqui) em todos os países de língua inglesa, a participar de um curso de imersão para escritores. Na época tudo ainda se baseava apenas em conversas, mas agora o curso se concretizou e já tem até data marcada.

JamesFLN

O evento vai acontecer no Hotel dos meus pais e eu nem preciso dizer o quanto estou maravilhada e motivada com essa oportunidade. Uma das metas construídas juntamente com a minha coaching no ano passado é a de publicar um livro esse ano. A princípio será um livro com uma coletânea dos meus textos sobre maternidade, que tem como objetivo simplesmente e finalmente materializar esse meu sonho antigo de me firmar como escritora. Ele já tem título, já tem capa, introdução, alguns textos escritos e ideias de participações de outras mães. Não sei se vou conseguir cumprir o prazo da meta, por conta da minha nova rotina, mas acredito muito que esse curso irá alavancar essa hipótese. Lendo sobre como será o curso, vi que James pede para quem já tem um rascunho de livro em andamento, levá-lo para que o autor converse com o participante sobre esse projeto pessoal. Demais, não?

Enfim, vim apenas compartilhar essas novidades e semana que vem eu volto falando sobre o meu novo blog. Prometo não esquecer desse blog que vos escreve, mas vou procurar direcioná-lo para assuntos além dessas questões mais reflexivas, que são objeto desse meu novo projeto.

Ah, e a nossa estadia na fazenda foi maravilhosa. Comemos, descansamos, rimos com o João, conversamos, jogamos, bebemos…enfim, foi rejuvenescedor.

Até mais, beijo beijo

Retrospectiva 2012 aqui do blog.

E logo depois da virada de ano o WordPress me mandou a retrospectiva daqui do blog. Não comecei a usar esse servidor de blog logo no começo de 2012, mas fiquei bem feliz com o resultado. Confesso que, como já disse antes, gostaria de atingir um número maior de leitores. Não pela simples questão numérica, mas porque acredito tanto que se todos parassem e refletissem um pouco mais sobre si, além de viverem tanto de aparências e leituras sobre questões superficiais, o mundo seria um lugar muito melhor papo de miss. Claro que eu sou apenas alguém que repassa tudo o que aprende com outras pessoas, mas acho que os meus textos, justamente por serem um tanto leigos, são de mais fácil compreensão para os que não tem muito contato com esse mundo de terapias e leituras do tipo. Aliás, eu acredito tanto nisso que escolhi cursar Psicologia para entender mais sobre as pessoas, para poder começar a fazer os meus próprios questionamentos e para poder analisar as situações sob o meu ponto de vista.

Enfim, deixo com vocês um resumo do blog no ano que passou e aproveito a oportunidade para agradecer à todas que tiraram um tempo do seu dia e escreveram aqui. Andei reclamando eu sei, mas o meu desabafo serviu para que eu recebesse mais retornos de quem me lê e de quem me inspira a escrever cada vez mais.

Maristela, você anda um pouco sumida, mas deixo um muito obrigada especialmente pra ti, minha querida leitora, que sempre me surpreende com os comentários! Realmente parece que nos conhecemos!!

Ah e sobre os termos de busca eu ainda quero escrever um post exclusivo sobre o assunto. Porque vou te contar, aparece cada um!!! Pra quem não sabe, termo de busca são os termos que as pessoas digitam no Google e que fazem com que elas caiam aqui. Alguns até tem sentido com a essência do blog, mas outros….

Logo eu volto.

beijo beijo

p.s. falta um mês para começar a minha aula….ai ai ai!!!!

1 2 3 4 5

Frases & Frases

Confesso que eu achei que fosse conseguir escrever mais durante minha estadia na praia, mas com marido operado e filho pequeno, meu tempo anda meio escasso para sanar essa minha vontade. Talvez a partir dessa semana eu consiga escrever mais, terminar alguns textos que estão no meu Rascunho, mas enquanto isso deixo com vocês algumas mensagens que se acumulam numa das minhas infinitas pastas no computador.

Todas tem um significado importante e uma lição bacana. Espero que vocês gostem.

beijo beijo

p.s. eu respondi todos os comentários deixados nos últimos dias, vocês recebem alguma mensagem com as minhas respostas?

IMG_8929

Essa eu não sei de quem é.

IMG_5676

Essa também não sei de quem é.

IMG_5567

Essa eu peguei da página da revista Vida Simples.

IMG_8937 IMG_8928 IMG_8564 IMG_8428 IMG_6615 IMG_8020 IMG_8292 IMG_8359 IMG_5414 IMG_5387 IMG_5322

Essa eu escrevi ontem.

Essa eu escrevi ontem.

Livro “(Ins)pirações Familiares” já à venda!!!

“Um concurso, dois países, uma língua e várias dezenas de autores de blogues com uma experiência em comum: a parentalidade. Foi assim que nasceu a semente que fez crescer este livro.

O concurso, promovido pela Limetree, pretendia encontrar “O Melhor Post do Mundo”, escrito em português, mas acabou por descobrir muito mais do que isso. Encontrou uma comunidade de pais e mães, que escreviam, apaixonadamente, sobre os desafios e as conquistas, os receios e as descobertas, o deslumbramento e o amor incondicional que transborda quando nasce um filho.

Os textos recolhidos mereciam mais do que uma votação final, um vencedor e um prémio. Mereciam ser lidos por outros pais e outras mães, mereciam ser apresentados ao mundo. E assim surgiu a ideia de fazer esta coletânea. O desafio foi aceite com entusiasmo e depressa os autores puseram mãos à obra. Os textos foram revistos, alguns foram adaptados, outros reescritos.

A evolução natural do projeto levou-nos a outro compromisso: as receitas do livro teriam que reverter, na totalidade, a favor de uma instituição com trabalho a nível global em prol das crianças: a UNICEF.” (o texto foi escrito no português de Portugal, ok?)

E esse foi o texto que resumiu a ideia DESSE LIVRO, do qual eu faço parte com muito orgulho.

Saímos na capa. O coração fui eu que fiz!!

Saímos na capa. O coração fui eu que fiz!!

Confesso que o Concurso na época foi um tanto estressante (lembram dele?). Com muita disposição e encheção de saco eu consegui ficar entre as quinze finalistas e com mais disposição ainda e uma pontada de tristeza, consegui editar o meu tão querido texto “Enquanto eu te espero” para que ele coubesse em uma página do livro (cortei quase a metade). Mas tudo isso compensa o fato de finalmente eu sentir nas mãos um livro que tem um tantinho de mim e uma participação fruto da minha paixão por escrever.

Uma das minhas metas para o ano que vem é tirar do papel um projeto de livro que já venho amadurecendo há muito tempo. Não vai ser assim nada muito grandioso, mas segundo a minha coaching eu preciso materializar esse meu sonho para entender que “yes, I can!” e “move on“.

A página do livro com o meu texto!

A página do livro com o meu texto!

Assim, como resumiu a editora no site de venda do livro, a Limetree (organizadora do concurso) sentiu necessidade de compartilhar os posts participantes do concurso (nem todos ficaram entre os finalistas), já que surgiram tantos textos espetaculares. E que meio melhor para alcançar mais leitores do que um livro? Bom, eu sou suspeita porque guardo todos que caem nas minhas mãos desde sempre. É quase um vício.

Já li alguns textos do livro (do arquivo em PDF que comprei) e me encantei. Quem é mãe vai me entender. Desde que adentrei nesse mundo da maternidade lá em meados de 2009, percebi que nós adoramos nos reconhecer nos depoimentos das outras. É quase como um sentimento de alívio descobrir que não somos as únicas a sentirmos esse amor imensurável, indescritível e que chega a doer. E que todas as outras mães também vivem os seus momentos de dúvidas como nós.

E textos que serviram para transbordar sentimentos tão deliciosos e controversos que permeiam esse nosso universo materno, não podem ser ruins, né não?

Os valores do livro são: livro impresso sai por R$ 38,47 mais taxas e o arquivo em PDF sai por R$ 19,23 mais taxas. Como ele vem de Portugal, as taxas são um pouco altas. Mas tem a questão de as vendas do livro ajudarem à UNICEF e tal, então bóra comprar gente! Juro que faço uma dedicatória depois….hahahaha.

Assim que os dois livros impressos que eu comprei chegarem, estou pensando em organizar um sorteio. Quem se anima?

Agora algumas atualizações da minha vida mundana…

– Semana passada teve meu post no blog “As Crianças” sobre a deturpação do espírito natalino nos dias de hoje.

– Segunda-feira teve meu post no blog “Delicinhas de Pera” falando sobre o meu discurso de formatura de quatro anos atrás.

– Nesse momento estou no Hospital porque marido operou o outro quadril. Ele é tão perfeito que tem o mesmo problema nos dois lados! Fico brincando que ele esperou casarmos oficialmente para operar. Afinal, jurei diante do altar que iria amá-lo na “alegria e na tristeza de dormir num colchão de Hospital“…”na saúde e na doença que me fez entender o que é um bico de papagaio“. Agora, meu compromisso é também com o cara lá de cima…

– Então somem marido sem poder dirigir e necessitado de cuidados, correria típica de final de ano e filho prestes a entrar de férias (e a minha Bia também snif) que vocês vão entender o meu sumiço.

– Essa semana peguei o DVD com as milhares (sim, milhares) de fotos do casamento. Assim que sobra um tempo eu corro pra relembrar aquele dia tão especial. E também conseguir ver com calma os detalhes da decoração, lembrar de quem foi…

– Já leram a minha segunda participação no blog “Sobre a Vida”, onde eu falei sobre as mentiras que aprendemos com os contos de fadas? Logo tem meu novo texto por lá….só falta eu escrever…hahaha.

Por enquanto era só pessoal. Logo mais eu volto.

Deixo algumas das fotos do casamento. Estou apaixonada por elas! Queria cobrir uma parede lá de casa com as minhas preferidas!!!!!!!! Ana Côrrea e Gê Prazeres arrasaram como sempre!!! Ta, nossa felicidade também ajudou bastante!!! Ah, o amor…

beijo beijo


Ana Correa | 2012

Ana Correa | 2012

E com a palavra: Ana Jácomo!

Primeiro, vim compartilhar os textos que escrevi para outros blogs essa semana. Ontem teve meu relato sobre o desfralde do João no blog “As Crianças” e hoje teve minha segunda participação no blog “Sobre a Vida”, com um texto sobre relacionamentos chamado “Era uma vez e não era uma vez”. Ambos, valem a leitura, modéstia parte!

Bem, como vocês sabem, estou praticamente com dois bebês em casa, já que o Marco operou o quadril e esta de repouso. Então, quase não tenho tempo para escrever. Mas como eu costumo dizer, juro que logo eu volto. Acreditem em mim.

Mas pra não deixá-los sem nada para ler, copiei um texto muito bom da Ana Jácomo, de quem já falei algumas vezes (no blog Delicinhas de Pera), que eu li no Blog da Gabriela Faraco.

Você merece ser feliz: amar

É fácil amar o outro na mesa de bar, quando o papo é leve, o riso é farto, e o chope é gelado.
É fácil amar o outro nas férias de verão, no churrasco de domingo, nas festas agendadas no calendário do de vez em quando.
Difícil é amar quando o outro desaba. Quando não acredita em mais nada. E entende tudo errado. E paralisa. E se vitimiza. E perde o charme. O prazo. A identidade. A coerência. O rebolado.
Difícil amar quando o outro fica cada vez mais diferente do que habitualmente ele se mostra ou mais parecido com alguém que não aceitamos que ele esteja.
Difícil é permanecer ao seu lado quando parece que todos já foram embora. Quando as cortinas se abrem e ele não vê mais ninguém na plateia. Quando o seu pedido de ajuda, verbalizado ou não, exige que a gente saia do nosso egoísmo, do nosso sossego, da nossa rigidez, do nosso faz-de-conta, para caminhar humanamente ao seu encontro.
Difícil é amar quem não está se amando.
Mas esse talvez seja, sim, o tempo em que o outro mais precisa se sentir amado. Eu não acredito na existência de botões, alavancas, recursos afins, que façam as dores mais abissais desaparecerem, nos tempos mais devastadores, por pura mágica. Mas eu acredito na fé, na vontade essencial de transformação, no gesto aliado à vontade, e, especialmente, no amor que recebemos, nas temporadas difíceis, de quem não desiste da gente.

Ana Jácomo

Gostaram?

Bom final de semana.

beijo beijo