Livro “(Ins)pirações Familiares” já à venda!!!

“Um concurso, dois países, uma língua e várias dezenas de autores de blogues com uma experiência em comum: a parentalidade. Foi assim que nasceu a semente que fez crescer este livro.

O concurso, promovido pela Limetree, pretendia encontrar “O Melhor Post do Mundo”, escrito em português, mas acabou por descobrir muito mais do que isso. Encontrou uma comunidade de pais e mães, que escreviam, apaixonadamente, sobre os desafios e as conquistas, os receios e as descobertas, o deslumbramento e o amor incondicional que transborda quando nasce um filho.

Os textos recolhidos mereciam mais do que uma votação final, um vencedor e um prémio. Mereciam ser lidos por outros pais e outras mães, mereciam ser apresentados ao mundo. E assim surgiu a ideia de fazer esta coletânea. O desafio foi aceite com entusiasmo e depressa os autores puseram mãos à obra. Os textos foram revistos, alguns foram adaptados, outros reescritos.

A evolução natural do projeto levou-nos a outro compromisso: as receitas do livro teriam que reverter, na totalidade, a favor de uma instituição com trabalho a nível global em prol das crianças: a UNICEF.” (o texto foi escrito no português de Portugal, ok?)

E esse foi o texto que resumiu a ideia DESSE LIVRO, do qual eu faço parte com muito orgulho.

Saímos na capa. O coração fui eu que fiz!!

Saímos na capa. O coração fui eu que fiz!!

Confesso que o Concurso na época foi um tanto estressante (lembram dele?). Com muita disposição e encheção de saco eu consegui ficar entre as quinze finalistas e com mais disposição ainda e uma pontada de tristeza, consegui editar o meu tão querido texto “Enquanto eu te espero” para que ele coubesse em uma página do livro (cortei quase a metade). Mas tudo isso compensa o fato de finalmente eu sentir nas mãos um livro que tem um tantinho de mim e uma participação fruto da minha paixão por escrever.

Uma das minhas metas para o ano que vem é tirar do papel um projeto de livro que já venho amadurecendo há muito tempo. Não vai ser assim nada muito grandioso, mas segundo a minha coaching eu preciso materializar esse meu sonho para entender que “yes, I can!” e “move on“.

A página do livro com o meu texto!

A página do livro com o meu texto!

Assim, como resumiu a editora no site de venda do livro, a Limetree (organizadora do concurso) sentiu necessidade de compartilhar os posts participantes do concurso (nem todos ficaram entre os finalistas), já que surgiram tantos textos espetaculares. E que meio melhor para alcançar mais leitores do que um livro? Bom, eu sou suspeita porque guardo todos que caem nas minhas mãos desde sempre. É quase um vício.

Já li alguns textos do livro (do arquivo em PDF que comprei) e me encantei. Quem é mãe vai me entender. Desde que adentrei nesse mundo da maternidade lá em meados de 2009, percebi que nós adoramos nos reconhecer nos depoimentos das outras. É quase como um sentimento de alívio descobrir que não somos as únicas a sentirmos esse amor imensurável, indescritível e que chega a doer. E que todas as outras mães também vivem os seus momentos de dúvidas como nós.

E textos que serviram para transbordar sentimentos tão deliciosos e controversos que permeiam esse nosso universo materno, não podem ser ruins, né não?

Os valores do livro são: livro impresso sai por R$ 38,47 mais taxas e o arquivo em PDF sai por R$ 19,23 mais taxas. Como ele vem de Portugal, as taxas são um pouco altas. Mas tem a questão de as vendas do livro ajudarem à UNICEF e tal, então bóra comprar gente! Juro que faço uma dedicatória depois….hahahaha.

Assim que os dois livros impressos que eu comprei chegarem, estou pensando em organizar um sorteio. Quem se anima?

Agora algumas atualizações da minha vida mundana…

– Semana passada teve meu post no blog “As Crianças” sobre a deturpação do espírito natalino nos dias de hoje.

– Segunda-feira teve meu post no blog “Delicinhas de Pera” falando sobre o meu discurso de formatura de quatro anos atrás.

– Nesse momento estou no Hospital porque marido operou o outro quadril. Ele é tão perfeito que tem o mesmo problema nos dois lados! Fico brincando que ele esperou casarmos oficialmente para operar. Afinal, jurei diante do altar que iria amá-lo na “alegria e na tristeza de dormir num colchão de Hospital“…”na saúde e na doença que me fez entender o que é um bico de papagaio“. Agora, meu compromisso é também com o cara lá de cima…

– Então somem marido sem poder dirigir e necessitado de cuidados, correria típica de final de ano e filho prestes a entrar de férias (e a minha Bia também snif) que vocês vão entender o meu sumiço.

– Essa semana peguei o DVD com as milhares (sim, milhares) de fotos do casamento. Assim que sobra um tempo eu corro pra relembrar aquele dia tão especial. E também conseguir ver com calma os detalhes da decoração, lembrar de quem foi…

– Já leram a minha segunda participação no blog “Sobre a Vida”, onde eu falei sobre as mentiras que aprendemos com os contos de fadas? Logo tem meu novo texto por lá….só falta eu escrever…hahaha.

Por enquanto era só pessoal. Logo mais eu volto.

Deixo algumas das fotos do casamento. Estou apaixonada por elas! Queria cobrir uma parede lá de casa com as minhas preferidas!!!!!!!! Ana Côrrea e Gê Prazeres arrasaram como sempre!!! Ta, nossa felicidade também ajudou bastante!!! Ah, o amor…

beijo beijo


Ana Correa | 2012

Ana Correa | 2012

Anúncios

De volta a vida normal!

E cheguei ontem de quase 18 dias viajando. Confesso que por causa da correria da preparação pra viagem na semana seguinte ao casamento e da correria em si, durante a lua de mel, ainda não consegui absorver totalmente a delícia que foi o dia 13 de Outubro.

Chegamos ontem cedinho e por conta da diferença de fuso, das quase 6 malas de coisas espalhadas pela casa e da saudade que eu estava do João, ainda não consegui um tempo pra respirar, que dirá, escrever.

Pensei que durante a viagem iria escrever alguma coisa, mas andávamos tanto durante o dia, eu tinha tanta coisa pra pesquisar sobre as cidades pelas quais passamos, que eu nem peguei numa caneta e só usava o computador pra esvaziar a máquina e dar uma olhada no email e no Facebook. Até senti uma vazio e uma tristeza por não estar me sentindo inspirada pra escrever. Fiquei com medo de perder a prática e um receio por não estar pensando nos assuntos da minha vida que tanto que levam a querer transbordar. Mas também tirei umas “férias” da minha mente esfomeada de pensar e da minha necessidade em escrever e me deixei levar pela delícia que é viajar pelo mundo e procurei desfrutar somente da companhia do meu agora, oficialmente, maridex.

Mas podem deixar que logo eu volto contando um pouco mais sobre o casamento e contando também de como foi a nossa viagem.

Pra quem quiser ver umas fotos do casamento, é só entrar AQUI e AQUI.

Agora vou colocar algumas fotos que postei no Instagram durante a lua de mel.

Saindo de Floripa.

LONDRES – Loja da Lomography.

LONDRES – Brincando na loja da Lomo.

LONDRES – Em Notting Hill, em frente a Livraria que inspirou o filme com a Julia Roberts. Amei o mercado de rua desse bairro.

LONDRES – Galocha que ganhei da minha amiga Tyci, que mora em Oxford e que foi nos ver em Londres. Nem preciso dizer o quanto eu a usei no tempo chuvosa da Europa no outono.

LONDRES – “Ajudando” no único “momento excursão” da viagem, quando nos rendemos a fazer parte de um grupo pra entender melhor a troca de guarda do palácio da rainha.

LONDRES – Momento romântico.

LONDRES – À noite andando por Londres.

LONDRES – Típico tempo londrino.

AMSTERDÃ – Adoramos a cidade.

AMSTERDÃ – Nem preciso dizer que fiquei enlouquecida com tantas bicicletas.

AMSTERDÃ – Momento doideira.

AMSTERDÃ – Eu e a Mari, que é noiva do Eduardo, casal que conhecemos no Eurotúnel chegando em Amsterdã e de quem com certeza seremos amigos pro resto da vida.

AMSTERDÃ – Uma das minhas fotos com as tão amadas bicicletas, na Terra onde elas dominam e comandam.

AMSTERDÃ – No Voldenpark, eu lugar lindo!!!

AMSTERDÃ – Foto básica.

AMSTERDÃ – O que mais fazíamos: comer, descansar e ler sobre as cidades.

AMSTERDÃ – Passeio de barco pelos canais.

AMSTERDÃ – E dá-lhe chocolate quente pra espantar o frio. Acho que nesse dia fez uns 2 graus.

Alugamos um carro em Amsterdã e seguimos viagem por várias cidades.

A primeira parada foi em Bruxelas, onde conhecemos o Atomium.

Depois seguimos pra Colônia na Alemanha, terra da boa cerveja.

Catedral de Colônia da janela do nosso Hotel.

Na estrada, tomando café da manhã rumo a Luxemburgo.

Chegando em Luxemburgo.

A cidade de Luxemburgo é uma graça. Chegamos num final de tarde, fizemos um passeio de ônibus turístico. Mas como fazia muito frio e no dia seguinte seria feriado na Europa, aproveitamos pra descansar no Hotel e assim que acordamos seguimos pra Estrasburgo, na França.

E pensem num frio. Eu mesmo, tive que comprar muita roupa nova (juro que não foi desculpa), porque tudo o que eu levei não dava conta de tanto frio. Detalhe pro bigode do Marco, que durou alguns dias, até ele atender aos meus pedidos e raspar….hahaha.

Estrasburgo é uma graça, adoramos!!

PARIS – E pra fechar a lua de mel com chave de ouro, ficamos alguns dias na capital do amor. Assim que chegamos, encontramos novamente o casal que conhecemos, já que eles voltariam pro Brasil no dia seguinte.

PARIS – E eu precisava ver ela logo. No dia seguinte, já passamos o final de tarde admirando a beleza da Torre Eiffel e esperamos ela acender e piscar por 5 minutos. Foi um momento indescritível.

PARIS – E acho que eu nem preciso muito falar dessa cidade. Amei. E mais chocolate quente, descanso e leitura.

PARIS – Momento blasé e deliciosamente romântico. Colocamos nosso cadeado numa ponte, jogamos as chaves ao Sena e selamos nosso amor um beijo embaixo de MUITA chuva.

PARIS – Dia chuvoso em Paris não nos impediu de andar muito e degustar da beleza da cidade.

Aprendi nos livros e na internet a não pegar fila no Louvre! O museu é enorme mas muito lindo. Vimos apenas algumas obras, porque não entendemos muito sobre arte, mas valeu a visita.

PARIS – Momento “como eu saio daqui?” no Louvre.

PARIS – Porque ela é quase uma das atrações da cidade.

PARIS – Tomando chocolate quente e imaginando os célebres intelectuais que passaram por ali.

PARIS – E sem querer parei nessa praça e dei de cara com essa placa. Feliz!

PARIS – Almoçando no último dia. Confesso que já estávamos loucos pra voltar pra casa e pro nosso João.

PARIS – E no último dia, voltamos nela, subimos até o topo e mais uma vez, do barco, assistimos ao seu show de luzes.

Gostaram das fotos? Juro que logo eu escrevo um pouco sobre cada cidade que passamos.

Semana que vem volto a escrever nos blogs “Delicinhas de Pera” e “As Crianças” e logo tem meu segundo texto no blog “Sobre a Vida“.

Agora é buscar inspiração em meio à esse retorno à rotina e a vida real e grudar no meu filhote, de quem eu estava morrendo de saudades.

Logo eu volto.

beijo beijo

“Enfim, casados!”

E HOJE TEVE A MINHA ESTREIA NO BLOG “SOBRE A VIDA”. ESSA ERA UMA NOVIDADE QUE EU VINHA GUARDANDO, MAS ESTOU SEM TEMPO PRA FALAR MAIS SOBRE ELA. MAS PENSEM NUMA PESSOA FELIZ….ENTREM AQUI E LEIAM O TEXTO.

Apesar de eu ter certeza de que mesmo que eu tente descrever, através de palavras, jamais conseguirei exprimir exatamente o que eu senti no nosso casamento no sábado, sinto-me quase que obrigada a tentar.

Porque eu falei tanto dos preparativos, compartilhei com tanta gente a minha ansiedade por aquele momento e preciso muito também, agradecer às pessoas que tornaram o dia 13 de Outubro de 2012, um dos mais especiais da minha vida. E foram tantas pessoas! Desde os profissionais, mega competentes, que integraram o grande time que trabalhou para que cada detalhe se somassem e resultassem na palavra que eu mais escutei nos últimos dias, PERFEITO. Fora os convidados, amigos e familiares, que fizeram parte de todas as etapas do casamento e compartilharam da nossa alegria, fosse se emocionando ou rindo com a gente.

Os balões que entraram na mão do nosso filho.

Vou tentar contar em resumo o que aconteceu no nosso feriado de casamento.

Na sexta feira, que era feriado, acordamos, recebemos uma cesta de café linda da minha irmã, fomos nos encontrar com o padre, almoçamos com o nosso João, que tinha dormido na minha mãe e o levamos para a minha sogra, para que pudéssemos resolver as últimas pendências.

Cesta de café da manhã que recebemos da minha irmã e agora, nossa madrinha de casamento.

Depois do almoço eu fiz uma limpeza de pele bem rapidinha, só pra preparar a minha pele, que não andava colaborando muito, e depois, fomos eu e o Marco, ensaiar com o nosso professor de dança, Guilherme Abilhoa, uma última vez, nossa valsa, já na pista do Hotel Maria do Mar, que foi aonde aconteceu nossa recepção. Lá também, acertamos com a nossa querida cerimonial, Bárbara Erig, alguns últimos detalhes.

Na limpeza de pele.

No Hotel durante a montagem.

Engraçado que quando estávamos no Hotel, naquela tarde de sexta feira, a decoração, assim como a iluminação, já estavam sendo montadas. Eram milhares de pessoas, caminhões, mesas, sofás, fios e equipamentos, que quase como numa sincronia, iam dando uma nova forma ao lugar. Ensaiamos uma, duas, três vezes e entre risadas nervosas e passos ensaiados, decidimos que era hora de ir embora.

Saímos de lá, fomos em casa pegar algumas coisas para deixar no salão aonde eu iria me arrumar no dia seguinte e antes de voltarmos pra casa e eu seguir para o Hotel aonde iria dormir, paramos numa cafeteria para comer. Quem olhava de fora, nem imaginava que estávamos às vésperas de um dia tão importante. Encontramos algumas pessoas queridas, que nos desejaram sorte e saímos de lá, felizes, porque era esse o sentimentos que nos dominava naquele dia, mesmo com o cansaço e a ansiedade que sentíamos.

Como “manda” a tradição, na noite anterior ao casamento, já que moramos juntos, dormimos separados. Arrumei minhas “trouxas” pra ir dormir no Hotel. E o Marco tentando fazer com que eu não fosse, porque dizia que ia ficar perdido sem mim. Posso com isso? Mas como já estava tarde, eu estava cansada e queria assistir à novela já debaixo das cobertas, fui.

Chegando no quarto, encontrei uma decoração muito fofa feita pela minha irmã. Fiquei morrendo de pena de desmanchar!!! Pedi uma comida, assisti a novela e capotei.

Quarto do Hotel preparado pra mim. Adoro ser mimada!!!!!

Acordei às nove horas no sábado e a primeira coisa que fiz, pra acabar com a aflição do Marco, foi publicar meus votos no Youtube. Como eu sabia que não teríamos a chance de falarmos o que sentíamos um para o outro, e como sou muito melhor escrevendo, essa foi a minha forma de demonstrar o tamanho da minha felicidade naquele dia. E o vídeo ficou super fofo.

Depois pedi o café no quarto, já que quase toda a minha família estava hospedada no Hotel e eu queria ficar quietinha e fiquei esperando a massagista chegar. Como não acredito em dia da noiva, essa foi a maneira que escolhi pra relaxar nesse dia.

Café da manhã no quarto, antes da massagem!!

Depois da massagem, recebi a visita da minha irmã e mãe, que me deram esse presente lindíssimo!!!

Presente que ganhei da minha mãe e irmã antes de sair do Hotel e ir me arrumar no salão.

Daí foi arrumar as coisas e partir rumo ao salão.

Saindo do Hotel, rumo ao salão. Como disse minha cerimonial, assim eu comecei e assim eu terminei.

Mensagem do Marco…hahahaha.

No salão, arrumaram-se eu, minha mãe, minha irmã, minha avó, minha madrinha Fernanda, minha tia e madrinha Marília e minha prima. Apesar do meu nervosismo, foi uma tarde super gostosa. Encomendei salgadinhos, levei Espumante, tinha a nossa fotógrafa e o cinegrafista. Entre penteados, maquiagens e conversas, rimos bastante e registramos esse momento pré altar.

Também recebi flores do Marco e flores com Espumante das minhas madrinhas.

Mimos que ganhei no salão, das madrinhas e do, então, noivo.

Na hora do make.

Prontinha!!!

Quando fiquei pronta, segui para o apartamento da minha mãe, aonde me vesti e tirei fotos lindas com o meu vestido. Estavam lá, eu, a fotógrafa Ana Corrêa, o menino da H2 Brasil e a minha consultora linda e mãe de uma das minhas daminhas, Fernanda Heinig.

Foto MARA do vestido, minutos antes de eu ficar totalmente pronta!!

Quando saí do apartamento, meu pai e o motorista já estavam me esperando lá embaixo, então seguimos para a Igreja.

Nessa hora, eu sentia uma mistura de tensão porque estava um pouco atrasada (sou muito pontual da minha vida) e porque não tinha o controle da situação. Como já falei aqui, sou muito organizada e fiquei agoniada de não saber como estavam as coisas na Igreja, se todos tinham chegado, se o João estava se comportando, se as músicas estavam sendo tocadas de maneira correta. Enfim. E também estava super nervosa pelo simples fato de que a partir dali, tudo o que eu havia planejado por quase um ano, começaria a acontecer.

Chegamos na Igreja, esperamos os últimos convidados entrar, esperamos o casamento se iniciar e assim que o Marco se posicionou no altar, saí do carro. Dali em diante quase não me lembro de mais nada…..hahahaha.

Entrando.

Parece engraçado mas é a mais pura verdade. Eu estava super emocionada. Chorei e segurei o choro inúmeras vezes. Mas foi tudo muito lindo. Estou louca pra ver as fotos e o vídeo, porque dali de cima e por causa da grande emoção, não conseguia enxergar muita coisa.

Com relação ao João, durante todo o casamento, tem um post meu hoje, no blog “As Crianças”.

Saímos da Igreja, ao som de “All you need is love”.

Saindo da cerimônia.

Saímos da Igreja e ficamos numa espécia de jardim interno do Convento até todos os convidados irem embora. Ali tiramos algumas fotos, descansamos, ensaiamos a valsa e fomos fazer as fotos de rua.

Escolhemos a ponte como um dos cenários, pelo simples fato de que ela esta iluminada na cor rosa esse mês. E as fotos ficaram lindas!!! Fora que demos muitas risadas. Houve uma total sintonia entre eu, o Marco, a fotógrafa Ana Corrêa, sua assistente Gê Prazeres, o cinegrafista Isaac e o motorista do nosso carro. A Ana até passou no posto, a caminho da ponte e nos comprou uma Stella. Olha que fofa!!!

Da ponte, fizemos fotos ainda no teto solar do carro e depois seguimos pra fazer a minha tão esperada foto na Beiramar. O resultado dessa façanha e desse mico, vocês conferem a seguir.

Linda, não?

Então seguimos pra festa! Que realmente esta demais.

Abrindo a Cabine Digital.

A Cabine Digital com certeza, foi a sensação do casamento.

Com a fotógrafa Ana Corrêa e a cantora Susana Steil.

Meu trio ternura. Fotógrafa Ana Corrêa, Cerimonial Bárbara Erig e minha Consultora de Imagem, Fernanda Heinig. Agora, todas minhas amigas.

Fotinho no banheiro!!!

Gê Prazeres, fofa, eu e Ana.

 

A decoração estava linda, a banda muito boa, a pista de led animou a galera pra dançar, a Cabine Digital foi a grande sensação e a nossa “valsa” surpreendeu a todos os convidados.

Estou MEGA sem tempo de escrever mais. Perdoem a narração evasiva. Mas estou às voltas com a organização da nossa lua de mel, que começa nesse domingo e estou sem tempo pra nada mais.

Nosso pôster agora decorando nosso apartamento.

Só queria deixar um super agradecimento aos nossos pais, que nos proporcionaram esse momento, aos nossos padrinhos, que cada vez mais nos deixam super felizes com as suas escolhas, aos familiares que vieram de longe só pra estarem conosco e aos nossos amigos que só tornaram nosso dia mais especial.

E também aos profissionais que em conjunto, deixaram tudo impecável. Em especial à minha cerimonial Bárbara Erig, que hoje eu já posso chamar de amiga, pela dedicação, confiança e amizade. À Ana Corrêa e sua assistente, Gê Prazeres, pela simpatia e descontração, além do trabalho excelente. Ao pessoal da H2 Brasil, ao decorador Aldo Duarte, que mais uma vez mostrou o seu super bom gosto e arrancou suspiros dos convidados, ao Gesoni, por ter me transformado numa Diva, à Gabriela Kumm e o pessoa do Salão L´unique pela energia boa e pelo trabalho mais do que perfeito. À Fernanda Heinig, que de consultora de imagem contratada, tornou-se minha personal best friend e esteve do meu lado em todos os momentos que precisei. À Nancy Prazeres pelas delícias feitas, ao Hotel Maria do Mar, pela perfeição de estrutura, à banda Brazilian Sound Club e à cantora Susana Steil, pelo excelente repertório e agito durante a recepção. Ao Gustavo Lorenzo e dupla, pela apresentação e sintonia durante a nossa cerimônia.

Enfim, à todos os profissionais que tornaram daquele dia, um dia mais do que inesquecível.

Juro que quando voltar escrevo mais e melhor.

Fiz um vídeo de agradecimento, que passou antes de entrarmos na recepção mas ainda não o coloquei na internet. Quando eu voltar prometo que compartilho com vocês.

Aqui tem o vídeo que fiz do nosso Casamento Civil:

Até a volta povo. Não morram de saudades.

beijo beijo

p.s. a maioria das fotos que coloquei aqui hoje, foram “furtadas” do Instagram de convidados!!

E faltam 3 dias!!!!!

E estou sem tempo e blá blá blá!!!!

Mas vocês podem matar as saudades me lendo em outros lugares….hahahaha. Porque lá eu tenho um compromisso de escrever, então, preciso arranjar tempo. E aqui, por mais que me doa dizer isso, eu tenho mais flexibilidade em não ter que escrever todos os dias.

Mas isso vai mudar viu! Daqui a exato um mês, eu chego da lua de mel CHEIA de novidades!!!!!! Vocês mal perdem por esperar. Vai ter novidade na minha carreira profissional, o que vai gerar novos assuntos, vai ter um novo blog meu, voltado pra esses assuntos “mais cabeças”, vai ter novidade sobre o casamento, sobre a lua de mel.

Ontem, aquele meu texto, “Enquanto te espero”, que ficou como finalista naquele Concurso que participei, apareceu lá no blog Minha Mãe que Disse. Quem quiser matar saudades dele, corre lá pra ler.

Hoje teve post meu no blog “Delicinhas de Pera“, da onde também me “dei umas férias” pra poder focar nos preparativos da lua de mel, semana que vem.

Essa semana ainda terá o meu post semanal no blog “As Crianças”, aonde vou começar a escrever todas as quintas feiras. Pra quem quiser conhecer o blog, aqui do lado tem uma foto com o link dele. Lá já tem uma categoria com o meu nome (olha que chique), aonde vão estar todos os meus textos.

Obrigada à todos que comentam nesses blogs que eu mencionei aqui em cima, nem sempre consigo responder os comentários. Mas leio todos e eles me deixam muito feliz!!!!

Ai gente, tenho tanta coisa boa pra contar. Ontem minha querida coaching Ana Garlet, citou duas frases minha no Facebook dela que me deixaram muito feliz!!!

 

 

Até depois, inseri uma das frases que ela destacou, que estava originalmente num post meu do blog Delicinhas de Pera, numa foto que eu tirei há anos e que gosto muito.

Agora realmente preciso ir porque temos o ensaio na Igreja.

Mas juro que assim que der eu volto e conto mais algumas novidades.

beijo beijo

 

Acontece… – por Laryssa Borges

E é óbvio que eu estou mais sem tempo do que nunca. E no tempo que me sobra, preciso pensar nos meus votos (que não são bem votos de se dizer na Igreja), preciso relaxas, fazer algumas ligações, conferir se estou esquecendo de alguma coisa…

Mas pra não deixar vocês sem nadinha pra ler, deixo um texto de uma amiga querida, que estou há um tempo pra compartilhar com vocês! E sem querer, por “acaso”, ele fala sobre as “coincidências” da vida, que tem tudo a ver com o que eu estou escrevendo pro Marco. Porque nosso encontro na vida foi assim, obra do destino, acaso, conspiração do universo….ou seja lá o nome que vocês queiram dar pra isso.

Dando uma passeada no blog “Dando tilt” da minha querida amiga Laryssa Borges (de quem já falei aqui antes), encontrei esse texto, que diz muito sobre o que eu também penso sobre, o que muitos insistem em chamar de acaso ou coincidência.

O texto a princípio parece um pouco complexo (afinal esse assunto é complexo em si) mas juro que vale a leitura!

“ACONTECE..

Tem gente que chama de destino, providência, coincidência, acaso, conspiração do universo, Murphy. O caso é que, sim, acontece…
Tem coisas que são acidentalmente planejadas. Mas tem coisa que simplesmente acontece porque de alguma forma passos foram dados naquela direção, cujas circunstâncias do caminho nos fizeram tomar aquele rumo ao invés de outro, e dentre as tantas escolhas que poderíamos termos feito, apenas a atitude tomada é que desencadearia outra série de escolhas e decisões.Tem coisas que planejamos e acabam acontecendo de forma inesperada.Porque tem acontecimentos que dependem de tantos outros parâmetros que nos fogem a percepção e que não nos compete conhecer ou compreender, que justamente pelas decisões tomadas desencadeiam cenários em que os nossos planos não tem o desfecho imaginado, precisam ser revistos, mudados, revistos. E, fora do nosso escopo inicial, as coisas continuam acontecendo, e ou a gente se adapta e tira proveito, ou fica às margens do caminho minguando o que não foi.E tem ainda a inexplicável conjunção de planejamento e acaso.

Afinal, quando a gente aceita que o universo (ou Deus, como queiram, não vamos restringir conceitos) tem uma lógica própria pra coordenar tantos planos e circunstâncias e começa a aprender com as mudanças e a enxergar que somos conduzidos a situações para as quais toda uma história de vida teve consequências, e que, de forma voluntária ou alienada, você se acabou chegando ali com bagagem – seja de louros ou lições.

A não-ação não é capaz de evitar que escolhas precisem ser feitas, atitudes tomadas, desafios encarados, lições aprendidas – e muito menos que eventuais derrotas aconteçam. Então, que possamos encher o peito de coragem frente a uma ação,  desfrutar das alegrias alcançadas e aprender com os tombos tomados. Só a partir da ação é que poderemos tomar direções sempre melhores…”

Terminaram? Sugiro que leiam mais umas duas vezes para ficarem ainda mais espantados com a beleza da mensagem que a Laryssa quis deixar.
Bóra encher o peito de coragem, fazer as nossas próprias escolhas, dizer sim para nós mesmos, para que então, o universo, também balance a cabeça, afirmativamente para as nossas decisões?
Gente, não tenho como garantir que esse caminho vá dar no lugar que você almeja chegar, mas confesso que comigo vem dando muito certo!!! Quando eu voltar da lua de mel em Novembro, trarei INÚMERAS novidades pra dividir com vocês. Até lá, é ir torcendo e agindo pra que tudo que eu venho escolhendo fazer, dê certo!!!
Boa semana!!!!
beijo beijo

Foto do nosso casamento civil no sábado retrasado.

E acontece….que nos encontramos, construímos uma vida juntos e estamos muito felizes. Obrigada Universo, Deus, acaso, Vida…

Bem vindo Outubro!!! ♥

Bom dia segunda feira!!! Bom dia primeiro dia de Outubro!!! Mal acredito que a partir de hoje faltam 12 dias para o nosso Casamento. Fiz um calendário de duas semanas com todas as pendências espalhadas pelos dias e hoje já preciso começar a fazer esse check list pra que o grande dia chegue de forma beeeem tranquila (se é que é possível)!!!

Nesse sábado tivemos o nosso almoço/encontro dos padrinhos e daminhas de Casamento Civil. Foi tããão gostoso! Estou bolando um vídeo e assim que eu receber as fotos da Ana Corrêa, divido com vocês. Então, agora, perante a Lei, eu e o Marco já somos oficialmente casados. Mas quem disse que nos acostumamos com a aliança na mãe esquerda??? Como a minha aliança precisa ser diminuída porque quase cai do dedo e como ainda temos o Casamento Religioso, voltamos a usar as alianças no dedo direito. Pode isso, Arnaldo??

E sábado também saiu a nossa reportagem no Programa Patrola falando sobre a importância da fotografia no Casamento. Pra quem não assistiu ou pra quem mora fora de Santa Catarina, AQUI nesse link tem a reportagem completa. Praticamente paramos o Casamento pra assistir a reportagem. Eu e a Ana Corrêa estávamos ansiosas pra ver o resultado e AMAMOS. Apesar de a minha cara estar péssima, porque como eu já disse aqui, não estava num dia muito legal, e apesar de eu me odiar falando na TV, acho que a entrevista ficou bem espontânea e deu pra mostrar a delícia que é fotografar com a Ana!!!

Hoje teve post meu no Blog Delicinhas de Pera!!!

Trechinho do post.

Lembrando que nesse sábado tem Chá!!!

Vai ser num local diferente dos anteriores, o horário também foi alterado pensando em atender melhor às necessidades das clientes, mas as peças vão continuar enlouquecendo a mulherada.

Cliquem AQUI e saibam como participar do sorteio de um vale compras pra esse Chá!!! E eu como sempre, vou estar lá ajudando a Tata, depois da nossa última aula de dança pro casamento, claro…hahahaha.

E logo logo vou aparecer no blog “As Crianças”, escrevendo um pouco sobre como eu melhorei a minha vida, num modo geral, ao escolher ser uma mãe mais tranquila. Quando sair o post, compartilho aqui com vocês! Obrigada Bruna, pela oportunidade. Eu já apareci uma vez lá, sem querer, quando ela publicou um antigo texto do meu antigo blog “Fala, Mãe!”.

Ah..hahahaha..vou lembrando e vou escrevendo. Sexta feira passada provei o meu vestido de noiva, que está pronto mas ficou no Ateliê pra diminuir um pouco o comprimento e dar uma apertada na cintura (respirar pra quê, afinal?). Nossa, sem palavras. Juro que apesar de o vestido nunca ter sido assim o grande protagonista do meu planejamento, fiquei A-P-A-I-X-O-N-A-D-A por ele. Nunca imaginei que pudesse ter pensado (junto com a minha consultora/amiga/fofa/mãe de uma das daminhas Fernanda Heinig) num vestido tão lindo. Simples e chique, com uma renda escondida que aparece quando eu ando, um bordado alucinante, um formato que eu pareço ter um corpaço, um movimento incrível quando eu ando. Estou louca pra usar ele no grande dia. E bati o olho num brinco no Shopping que ficou perfeito com ele!!! Como não posso mostrar pra vocês, apesar de ter tirado uma foto pra mandar pra boleira (que já escondi no fundo do fundo do fundo do meu computador) e pro nosso professor de dança, deixo uma fotinho da prova das daminhas. Que com certeza serão uma atração a parte, de tão fofas, tão meigas e tão queridas. Se viram duas vezes na vida e já parecem amigas de longas datas!!!

Daminhas e suas mamães lindas!!

E agora uma coisa que eu esqueci de falar durante o mês de Setembro inteiro. Fiquei tão contente quando eu me vi na edição de Setembro, de uma das minhas revistas preferidas. Mesmo que ainda não tenha sido da forma como eu almejo aparecer um dia, que é tendo escrito algum texto, já fiquei super feliz. A edição falou um pouco sobre a Casa Tpm, evento que aconteceu no começo de agosto desse ano e do qual eu participei. Ta, na foto eu apareci desfocada, mas ta valendo. E numa outra foto só aparece a minha perna….hahaha. Mas a perna era minha e é isso que me importa!!

As duas versões de capa da edição desse mês. Uma faz parte da revista que ganhei na assinatura gratuita adquirida por ter sido uma das primeiras a entrar na Casa Tpm e a outra eu comprei pra guardar de recordação.

Reportagem sobre a Casa Tpm.

Mara Gabrili, deputada e colunista da revista, em foco e eu aqui no canto esquerdo, usando um colar da Gabriela Faraco que eu adoro!!!

Foto tirada pela redação da revista e postada no Instagram, com as primeiras da fila no primeiro dia do evento. Na foto as fofas Luiza, Laryssa, Luciana, Savana e as minhas pernocas ao fundo.

Agora é continuar sendo coerente com os meus objetivos e o que eu ando fazendo para atingi-los, pra um dia aparecer na revista escrevendo um lindo texto!! Porque sonhar não é proibido!

Agora bóra riscar a minha lista de pendências e assim que der eu volto com mais notícias.

OBRIGADA PELO CARINHO DE TODO MUNDO!!! A cada elogio, só procuro me dedicar mais ainda à esse blog.

Estou louca pra que chegue o casamento e a lua de mel, também pra que eu possa retomar a minha vida por completo e dar início a uma nova jornada que tem TUDO a ver com vocês e a minha paixão por escrever.

Boa semana!!!

beijo beijo

E viva o poder transformador da Resiliência!

Gente, estou numa correria sem fim. Hoje faltam exatos 15 dias para o Casamento Religioso e amanhã ao meio dia casamos no Civil. Então pensem numa pessoa sem tempo.

Mas eu deixo com vocês algumas frases escritas por mim em momentos de inspiração, advindos de momentos de resiliência. Vocês já ouviram essa palavra antes?

A primeira vez que ouvi falar dela, foi num dos meus dias de Coaching, em que a Ana Garlet, pediu para que eu escrevesse um texto sobre um dos vídeos do Ted Talk Show. Pra quem quiser assistir o vídeo, é só clicar AQUI e logo abaixo do vídeo escolher a legenda em português. Confesso que achei o vídeo em si um tanto chato, mas essa questão da Resiliência é muito bacana!

Roubei a conceituação do Wikipédia pra ficar um pouco mais fácil de vocês entenderem do que eu estou falando:

“A resiliência é um conceito psicológico emprestado da física, definido como a capacidade de o indivíduo lidar com problemas, superar obstáculos ou resistir à pressão de situações adversas – choque, estresse etc. – sem entrar em surto psicológico. No entanto, Job (2003), que estudou a resiliência em organizações, argumenta que a resiliência se trata de uma tomada de decisão quando alguém depara com um contexto entre a tensão do ambiente e a vontade de vencer. Essas decisões propiciam forças na pessoa para enfrentar a adversidade. Assim entendido, pode-se considerar que a resiliência é uma combinação de fatores que propiciam ao ser humano condições para enfrentar e superar problemas e adversidades.”

Então agora as frases:

“Minhas sinceras saudades dela. E daquele tempo em que era fato que ao errarmos, tínhamos de começar tudo de novo e não agir de uma forma prática e rápida, clicando num simples Delete ou um Ctrl+Z”!

“A maioria das pessoas, por medo de submergir nas profundezas de si mesmo, prefere planar pela mesmice da sua superficialidade. Essas jamais terão o prazer de descobrir quem são de verdade. E jamais descobrirão as belezas que moram dentro de si”.

“E se por dentro a organização e a necessidade de mudanças exigem um pouco mais de tempo, comece organizando, mudando o ‘de fora’. O importante é começar e jamais desistir”. 

E VIVA O PODER DE ESCOLHA QUE TEMOS, DE TRANSFORMAR OS MOMENTOS DE DOR, EM MOMENTOS DE RENOVAÇÃO E RENASCIMENTO!

E pra quem ainda não ouviu a minha participação no Programa “Café com Polêmica”, é só clicar AQUI.

Arte que eu criei pros meninos.

E amanhã tem reportagem comigo e com o Marco, no Programa Patrola, às 11:40, falando um pouco sobre casamento.

Agora, bóra correr que hoje eu tenho a última prova do vestido de noiva!!!!!!!!!!!!!!!!!1

beijo beijo