Finalmente a novidade!!!

Queridas leitores e leitoras, enfim lancei o meu novo blog!!!

Confesso que já no primeiro dia de sua existência estou sem muito tempo para apresentá-lo, mas convido vocês a acessá-lo e me dizerem o que acharam e o que esperam dele!!!

Não fiquem tristes porque esse blog não vai deixar de existir. Apenas vou direcionar os textos mais reflexivos para o novo blog, que por sinal se chama “Blog Psicologando – Vamos refletir?”.

Aguardo vocês lá, para acessar é só clicar AQUI!!!

beijo beijo

Anúncios

Fresh news

E como já havia comentado por aqui, nessa semana iniciei a graduação em Psicologia. Ainda estou empenhada em escrever um relato fidedigno à todas as sensações que me invadiram durantes os dias que antecederam o início das aulas e durante os dois dias em que frequentei as aulas (que começaram na quinta feira que passou), mas preferi deixar esse relato para o meu novo blog que lanço nessa segunda feira. Sim, na segunda feira.

O blog foi criado em julho do ano passado, mas desde então eu vinha adiando o seu lançamento. Ora não criava coragem suficiente para adentrar nesse mundo desconhecido, ora não me considerava suficientemente pronta, ora julgava melhor esperar o início do curso, ora ficava com medo de não dar conta de mais uma responsabilidade…mas repensando toda a minha trajetória até aqui, decidi hoje que não há porque esperar mais.

O layout dele ainda esta bem amador, mas já estou providenciando uma melhora, ainda não tenho muitos textos no rascunho, o que me deixa insegura quanto à assiduidade de conteúdo para saciar e captar os leitores, mas como uma mulher atarefada, preciso lidar com essa condição e dar o meu máximo rumo à realização de mais um sonho.

Como também já mencionei aqui, tenho duas participações mais do que especiais confirmadas para o blog e assim que o projeto começar a caminhar, o psicólogo Frederico Mattos e a coaching Ana Cristina Garlet nos surpreenderão e nos presentearão com os seus textos, que eu tenho certeza que serão extremamente engrandecedores e úteis para nossas vidas.

Era isso. Ando um pouco sumida já que mergulhei na nova rotina atribulada que envolve academia cedo, faculdade, almoço em família, levar filho pra escola, novo trabalho, estudos, escritas…

Ando super feliz com o retorno da minha colaboração no blog “Sobre a Vida”. Semana passada foi publicada minha quarta participação com o texto que escrevi durante minhas férias de janeiro, “O poder do silêncio”. E além dos comentários na página do blog no Facebook e dos diversos emails que recebi essa semana de leitores ávidos e curiosos me pedindo ajuda, fiquei muito feliz de ter servido como inspiração para que uma outra colaboradora do blog, a terapeuta corporal Solange Kawlowski, ficasse motivada a compartilhar sua experiência imersa no silêncio através do texto “A busca exterior e a interior”.  Vale a leitura.

Outra novidade também anda me fazendo flutuar. No ano passado fui convidada pela filósofa Dulce Magalhães, que recentemente foi convidada pela editora Nova Era a publicar o seu livro “O foco define a sorte” (de que tanto já falei aqui) em todos os países de língua inglesa, a participar de um curso de imersão para escritores. Na época tudo ainda se baseava apenas em conversas, mas agora o curso se concretizou e já tem até data marcada.

JamesFLN

O evento vai acontecer no Hotel dos meus pais e eu nem preciso dizer o quanto estou maravilhada e motivada com essa oportunidade. Uma das metas construídas juntamente com a minha coaching no ano passado é a de publicar um livro esse ano. A princípio será um livro com uma coletânea dos meus textos sobre maternidade, que tem como objetivo simplesmente e finalmente materializar esse meu sonho antigo de me firmar como escritora. Ele já tem título, já tem capa, introdução, alguns textos escritos e ideias de participações de outras mães. Não sei se vou conseguir cumprir o prazo da meta, por conta da minha nova rotina, mas acredito muito que esse curso irá alavancar essa hipótese. Lendo sobre como será o curso, vi que James pede para quem já tem um rascunho de livro em andamento, levá-lo para que o autor converse com o participante sobre esse projeto pessoal. Demais, não?

Enfim, vim apenas compartilhar essas novidades e semana que vem eu volto falando sobre o meu novo blog. Prometo não esquecer desse blog que vos escreve, mas vou procurar direcioná-lo para assuntos além dessas questões mais reflexivas, que são objeto desse meu novo projeto.

Ah, e a nossa estadia na fazenda foi maravilhosa. Comemos, descansamos, rimos com o João, conversamos, jogamos, bebemos…enfim, foi rejuvenescedor.

Até mais, beijo beijo

Re-fazenda-me: um bem à alma!

Tive um problema no computador e só consegui resolver agora. Mas ainda é tempo de compartilhar o que eu escrevi com vocês…

Não é que eu seja definitivamente avessa ao carnaval, é que eu não muito fã da intenção em si. Bagunça, música alta, movimentos soltos, suor em excesso, cheiro de bebidas misturadas, descompromisso, descontrole, nunca fizeram muito parte da minha essência. Que dirá permanecer quatro dias envolvida em tudo isso ao mesmo tempo. Então que como já aconteceu no ano passado e em anos anteriores, uma amigona me salvou de ter que suportar o agito que se arma entorno da minha casa de praia e nos convidou para passar o feriado na sua fazenda. Bem longe de tudo, à uma hora do asfalto, há quilômetros de distância de qualquer sinal de internet, onde o verde corre a se perder de vista e onde literalmente se acorda com o canto do galo e o mugido das vacas. Mesmo também não sendo lá muito adepta do mato e dos insetos que o habitam, esse convite sempre me soa como um break do mundo exigente em que vivemos.

Já fui pra lá depois de uma desilusão amorosa, já fui solteira da silva, já fui junto com o marido na semana em que descobrimos minha gravidez, no ano passado fomos sem o João e dessa vez vamos levando ele a tiracolo. Mal podemos esperar pra vibrar junto com nosso filhote a cada vaca, cavalo, ovelha e outros tantos animais que veremos durante os quatro dias. Acho que todos que estão indo também estão na expectativa de presenciar a felicidade nos olhos do João Pedro, já que há mais de ano ele pede pra ir pra “fazenda da tia Fê”.

Suspiro ao lembrar da leveza que sinto quando estou lá. Aquele silêncio confortante, que no meio da tarde, quando a maioria tira aquele cochilo depois do almoço farto servido numa mesa corrida que cabe quase o mundo todo, só é quebrado com o grito de algum pássaro, os sons advindos dos animais que moram ao redor da casa e o ruído dos nossos próprios pensamentos.

Re-fazenda-me. Pensei nesse termo no ano passado quando voltamos de lá, depois de passar o feriado de carnaval sem filho, mas com amigos, muita comida e muita bebida. Na minha terapia em grupo trabalhamos um conto que trata justamente dessa necessidade de vez em quando nos permitirmos esses momentos de recarga total (post aqui). Como é bom termos a chance de nos conectarmos com as coisas simples da vida e darmos à elas o seu valor real e verdadeiro. Acordar, tomar café, jogar conversa fora, caminhar, preparar um almoço em conjunto, comer, beber, dormir, conversar e comer e beber e dormir. Atividades que são sufocadas no acelerado cotidiano que repetimos todos os dias, mas que nesses eventos tem a chance de demonstrar a sua importância.

Enfim, a escola “Unidos da Coxilha Rica” desfilará na avenida da vida a partir de sábado (alguns já foram) e só volta a dar as caras semana que vem.

Estava escrevendo um texto sobre a adaptação do João na Escola e sobre adaptações num modo geral, mas por conta do retorno à rotina, o início do meu personal às 6 da matina e o recomeço do trabalho à tarde, não consegui inspiração suficiente pra termina-lo essa semana. Quem sabe hoje à noite, eu consiga dedilhar alguma coisa além dos meus músculos doloridos. Quem sabe…

Desejo um excelente feriado pra todas vocês. Quarta que vem volto pras Lobas, quinta começa minhas aulas e logo logo meu novo blog entra no ar.

2013 já esta no seu segundo mês e as novidades não param de chegar. Cada dia aprendo mais e acumulo mais e mais ideias pra um dia compartilhar com vocês. A pedido de uma querida leitora, não me desculpo mais pela falta de tempo, já que uma das minhas principais características e que pelo visto agrada muito vocês, é a de justamente ser uma mulher normal, cheia de compromissos e devaneios. Mas eu mesma quero muito me dedicar mais ao blog e sei que assim que minha nova rotina entrar nos eixos, conseguirei alcançar essa meta!!!!

Até semana que vem!

beijos

Deixo pra vocês mais algumas fotos que tirei durante minhas quatro estadias lá…

1 (2)10 9 8 (3) 8 (2) 7 5 317 16 14 13 13 (3)20 1844 40 40 (2) 39 25 22 22 (2)49f e
c b a 60